Sony comemora 13 milhões de PS3 vendidos no último ano!

A Sony divulgou que o PlayStation 3 vendeu em todo o mundo, durante último ano fiscal 13 milhões de consoles.

O ano fiscal terminou em 31 de Março, e com estes números a Sony consegue vender mais 3 milhões do que o ano passado.

Por outro lado, a Sony viu as vendas da seu console portátil cairem de 14.1 milhões para 9.9 milhões, bem como o PS2 de 7.9 milhões para 7.3 milhões.

Também foram revelados dados referente à venda de jogos.

O PS3 viu o seu catálogo aumentar em 115.3 milhões de jogos vendidos, durante o mesmo periodo, em comparação com os 103.7 milhões de jogos vendidos no ano fiscal anterior.

Para o PSP, as vendas foram inferiores, com 44.4 milhões de jogos vendidos em comparação com o ano anterior que tinha atingido a marca de 50.3 milhões de unidades vendidas.

Quem teve uma queda enorme, foi o PS2 que caiu de 83.5 milhões de jogos vendidos para 35.7 milhões.

Isso leva a crer que os donos de PS2 estão finalmente migrando para a nova geração de consoles. 😉

Veja as primeiras imagens de God of War: Ghost of Sparta

A Sony anunciou um novo God of War para PSP, e o melhor, feito pela mesma equipe do primeiro. Veja as imagens:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Esperamos saber mais sobre God of War: Ghost of Sparta na próxima E3.

“Novo” Syphon Filter a caminho do PS2

Lançado originalmente em 2007 para o PSP, Syphon Filter: Logan’s Shadow vai agora para o PlayStation 2, pelo menos no mercado norte-americano.

O jogo vai ser lançado no próximo dia 1 de Junho, e ainda não foi confirmado se o jogo vai marcar presença em outros territórios.

Syphon Filter: Logan’s Shadow trata-se de uma adaptação direta do original de PSP com algumas melhorias. Destaca-se principalmente a implementação do segundo stick analógico do comando do portatil para controlar a câmara do jogo, e outras pequenas mudanças na jogabilidade para aproveitar a maior quantidade de botões e melhorar a resposta do título.

Acredito que isso abre precedente para que outros jogos de PSP (GoW: Chains of Olympus,etc) possam ser “convertidos” para PS2, dando assim uma sobre vida ao console e muitas alegrias para seus donos. 😉

Square Enix prepara vários jogos da série Kingdom Hearts

Testsuya Nomura, diretor de Kingdom Hearts, confirmou que atualmente existem vários títulos da série planejados, e alguns deles já estão prontos para entrar na fase de desenvolvimento.

Numa sessão de perguntas e respostas feita aos membros da Square Enix pelos fãs, Nomura revelou que existem mais títulos em preparação além de Kingdom Hearts 3.

A série já marcou presença no PS2, PSP, Nintendo DS, Gameboy Advance e celulares, sendo provável que alguns desses jogos estejam destinados para o mercado de portáteis.

God of War: a história até aqui

Com God of War III lançado para PS3 ontem (16/03), vamos olhar para trás e analisar a viagem impulsionada pela vingança que conduziu Kratos ao Monte Olimpo para um embate final contra o deus dos deuses, Zeus.

No início ambientado durante os dez anos de serviço de Kratos aos deuses, God of War: Chains of Olympus (PSP) mostra o poderoso espartano à procura de absolvição pelos pecados do seu passado, depois de ter sido ludibriado por Ares a assassinar a sua mulher e filha. Agora campeão dos deuses, tem de embarcar nas cruzadas brutais que se transformaram nas lendas do mundo antigo. No entanto, quando o mundo é mergulhado na escuridão eterna e os deuses perdem todo o seu poder depois do deus-sol Hélios ter desaparecido, Kratos é encarregado da missão de acha-ló na tentativa de pôr fim ao cerco de Morfeu aos deuses restantes e à própria Terra. Pelo caminho, viaja por terras nunca antes exploradas por quaisquer mortais e, antes de chegar ao fim da sua missão, tem de escolher entre a redenção pessoal e salvar o mundo da destruição. Em Chains of Olympus, Kratos tem de enfrentar toda a espécie de inimigos, incluindo o Rei Persa (um formidável inimigo que lidera o seu exército de guerreiros para a batalha contra a cidade de Ática), Caronte, o barqueiro do submundo e Basilisco, um enorme monstro tipo lagarto invocado pelos Persas para a conquista da Grécia.

Com uma cena de abertura no penhasco mais alto da Grécia, God of War – lançado originalmente para o PlayStation 2 – é dotado de uma narrativa baseada em analepses. É aqui, em God of War, que descobrimos as origens do imparável arsenal de Kratos, as Lâminas do Caos: armas poderosas, forjadas nos poços do Hades e entregues por Ares visando a execução das suas ordens de destruição. A história começa em Atenas, onde Kratos luta contra um monstro de três cabeças, a Hidra, antes de embarcar numa missão sangrenta por Atena, que pretende parar Ares e salvar a sua cidade da derrota. Para isso, Kratos tem de partir numa viagem em busca da Caixa de Pandora, que concede a qualquer um que a possua o poder de derrotar um deus. Infelizmente, a caixa foi trancada nas profundezas do Templo de Pandora acorrentado às costas do Titã Cronus, que foi condenado por Zeus a vagar pelo Deserto das Almas Perdidas por toda a eternidade. À medida que combate lacaios e alguns dos mais incriveis vilões criados para o PlayStation, Kratos desvenda os mistérios que envolvem as suas verdadeiras origens e acaba por enfrentar Ares numa batalha sangrenta até à morte, antes de ser coroado como o novo Deus da Guerra por Atena. A batalha pela vingança e pelo trono de Ares começa aqui. Desafia os deuses e muda o passado Em God of War, Kratos era um mero guerreiro mortal com a missão de destronar Ares. Depois de cumprir a sua missão, foi-lhe entregue o manto de Deus da Guerra por Atena, mas a sua viagem não termina aqui.

Em God of War II, lançado originalmente para PlayStation 2, Kratos senta-se no seu trono no Olimpo, instigando batalhas muito mais brutais do que o seu antecessor. Numa batalha inicial de grande escala em Rodes, na qual combate contra o Colosso de Rodes, Kratos vê os seus poderes serem arrancados por Zeus por temer sofrer o mesmo destino que Ares. Atirado para uma eternidade de tormenta no Inferno, Kratos é resgatado por Gaia, a mãe dos Titãs, que lhe oferece um acordo: ajudar os Titãs a destruírem os deuses, encontrando as Irmãs do Destino (Sisters of Fate) na Ilha da Criação (Island of Creation) para alterar o seu passado e esmagar Zeus. Ao embarcar nesta perigosa viagem por terras míticas, Kratos irá encontrar lendas antigas, incluindo o cavalo mágico Pégaso, o Titã Tifão, Prometeu e Atlas, um Titã que encontrará pela segunda vez após a sua breve presença em God of War: Chains of Olympus (PSP). No fim desta viagem, não só terá alterado o curso da história e incutido o medo nos corações dos deuses, como também terá trazido os Titãs da Grande Guerra – onde sofreram uma agonizante derrota – através do poder do Loom of Fate, um dispositivo que permite viajar no tempo. E, quando este conto chegar ao fim no sopé do Monte Olimpo, outro começa com o caos reinando em God of War III, o último capítulo da sangrenta busca de vingança de Kratos.

2010 é o começo do fim…

Fonte: PSN

PSP Cover

Não tenho um PSP, e provavelmente nunca terei, mas isso não impede de ficar sonhando com esses brinquedinhos. 😉

Incrivel, não?!

Ero Figure: Dead or Alive – Kasumi

Para promover o novo jogo da franquia Dead or Alive: Paradise, a Tecmo Koei vai presentear os compradores do jogo com esta Kasumi ai da foto.

Dead or Alive: Paradise será lançado para PSP em 2 de Abril no Japão.

Demo de Dante’s Inferno pode chegar hoje à PSN

O jogo da EA, Dante’s Inferno, pode ter o seu demo liberado hoje à noite na PSN, os donos de um X Box 360 terão de esperar até o dia 24 de Dezembro para colocar as mãos no demo.

Em outra noticia relacionada, Dante’s Inferno: The Animated Movie vai ser lançado no próximo dia 8 de Fevereiro em Blu-ray e DVD.

O anime anime contará a mesma história do jogo, que será ser lançado no dia 5 de Fevereiro de 2010 (para Xbox 360, PS3 e PSP), baseado na história do clássico A Divina Comédia. E deverá seguir as aventuras de Dante à medida que ele vai viajando pelos nove círculos do Inferno à procura da sua amada Beatrice.

O filme está sendo desenvolvido por alguns dos talentos por trás de clássicos como Ghost in The Shell e Blood the Last Vampire.

PSPgo com leitor UMD?!

Segundo o site CVG, a Logitech está trabalhando em um leitor UMD externo para a portátil da Sony, PSPgo.

A fonte da informação afirmou que este dispositivo irá permitir aos jogadores utilizar um UMD no portátil. Dizendo também que “o único problema é que o console vai ficar um pouco volumoso.”

A Logitech UK já veio dizer que não tem conhecimento de tal aparelho, mas pode ser algo em que a Logitech US esteja trabalhando.

Março será um mês curto demais!

Segundo a Famitsu, na sua mais recente edição, o próximo título da série Metal Gear Solid vai chegar ao Japão, adivinha, em Março!!!

Peace Walker é o mais recente capítulo na saga Solid e o Japão vai conhecer, esta nova obra-prima, em 18 de Março de 2010.

Metal Gear Solid:Peace Walker é o primeiro jogo da série para um portátil e vai narrar os eventos ocorridos 10 anos após o final de Snake Eater.

Novo jogo de Ikki Tousen anunciado!

500x_OhycH8BDN7PE6Gg5TGHoqhdmn41eJjtK

O jogo Ikki Tousen: Xross Impact será lançado para PSP no ano que vem, e você já sabe o que esperar: muito fan service!!!

Fonte: Famitsu

Final Fantasy VIII na PSN japonesa!

FFVIII

Foi anunciado na conferencia da Sony na Tokyo Game Show que FF VIII já está disponivel na PSN, para quem tem conta japonesa.

Nenhuma previsão para lançamento no Ocidente foi anunciada.

Vagrant Story chega à PSN japonesa

vagrantstory-boxart

O RPG do PSX, Vagrant Story, já pode ser baixado no PlayStation 3 e PSP, via PlayStation Store japonesa.

Para quem não conhece, o jogo foi lançado em 2000 para o console de 32 bits e transportava-nos para o universo de Léa Monde. Yasumi Matsuno, produtor do jogo, nunca escondeu a relação com o universo de Final Fantasy XII, Final Fantasy Tactics e Vagrant Story como parte de uma mesma trilogia.

O jogo está disponível para download por 600 ienes e, por enquanto, ainda não se sabe quanto chegará à Europa e Estados Unidos.

Final Fantasy Crisis Core já vendeu mais de 2 milhões de copias!

Crisis-Core-coming-to-Australia-via-Ubisoft-1

Se ainda houvesse dúvidas de que Final Fantasy VII Crisis Core é um dos jogos de maior sucesso no PSP, a Square Enix revelou que o jogo vendeu mais de 2 milhões de cópias em todo o mundo.

Segundo o site VG247, até o dia 30 de Junho, o jogo desenvolvido pela companhia niponica vendeu 2.16 milhões de cópias distribuídas da seguinte forma:

  • Japão – 840 mil unidades
  • América do Norte – 770 mil unidades
  • Europa – 550 mil unidades

Parte do sucesso de Crisis Core se deve ao fato do título complementar a história do aclamado sétimo jogo da saga, propondo-nos a seguir os passos de Zack Fair e a sua relação com Cloud e Aeris.

crisis-core-72

Jogador processa Sony por ter sido banido da PSN!

sony-logo

Parece ser uma tarefa quase impossível de se ser banido da PlayStation Network, apenas o pessoal do caso Dark Dante conseguiu tal feito, no entanto o jogador Erik Estavallo conseguiu o feito enquanto jogava Resistance. Com o acesso negado ao jogo, Estavallo decidiu aquilo que hoje em dia uma grande parte das pessoas nos EUA fazem, ou seja, apresentou uma ação judicial contra a Sony pedindo uma indenização.

O jogador alega que a proibição de acessar a PlayStation Network vai contra à Primeira Emenda da constituição norte-americanos.

O site GamePolitics conseguiu adquirir o documento que foi levado a tribunal onde se pode ler: “Supostamente a interdição foi aplicada ao lesado devido ao seu comportamento quando jogava ao jogo Resistance: Fall of Man, o qual a Sony é proprietária e emprega moderadores para as suas partidas online. Esses moderadores banem e expulsam os jogadores que eles pensam que merecem; no entanto as suas preferências para com determinado jogador parece ser o que determina uma expulsão ou interdição…”

“O lesado estava a exercer a Primeira Emenda dos Direitos da Liberdade de Expressão no fórum público do jogo quando foi banido, não só de Resistance, mas como de jogar todos os outros jogos de forma online através da PlayStation Network.”

Esta proibição tem causado “dor e sofrimento” uma vez que o PS3 “é a única forma do lesado poder socializar-se verdadeiramente com as pessoas uma vez que sofre de Agoraphobia.”

Estavallo pede uma indenização de cerca de 40 mil dolares por danos e exige que a Sony deixe de lhe aplicar proibições de qualquer tipo. Ele alega que o PS3 é a única plataforma que inclui este tipo de proibição. Para ele a Nintendo não costuma banir os seus clientes e a Microsoft muito raramente toma essas medidas.